DOAR AGORA

VII Encontro Nacional de Estudantes Indígenas reuniu 400 estudantes indígenas em Porto Alegre

VII Encontro Nacional de Estudantes Indígenas reuniu 400 estudantes indígenas em Porto Alegre
30 de outubro de 2019 zweiarts

Entre os dias 21 e 24 de outubro, aconteceu o VII Encontro Nacional de Estudantes Indígenas (ENEI) no Ginásio da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (Esefid) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre (RS). Esse ano, o evento teve como tema “Direitos Indígenas em Perspectiva: das políticas de estado ao estado das políticas indigenistas” e reuniu cerca de 400 estudantes indígenas.

O evento começou com a recepção às e aos parentes e apresentação do grupo de dança da Terra Indígena Cantagalo, do povo Guarani, e seguiu com a fala de lideranças indígenas, comissão organizadora do encontro, colaboradoras e colaboradores e autoridades da UFRGS, entre elas o reitor Rui Oppermann e a vice-reitora Jane Tutikian. Marcos Vesolosquzki, estudante do curso de Direito da UFRGS e representante da comissão organizadora, lembrou que o ENEI é um evento coletivo, protagonizado por estudantes e lideranças indígenas com o apoio de pessoas não indígenas, que tem o objetivo de discutir assuntos do movimento indígena, seus desafios, lutas e experiências. Ao final da solenidade, houve apresentação cultural da comunidade indígena Kaingang da Lomba do Pinheiro.

Durante os quatro dias de evento, foram debatidos temas como “Direitos Originários dos Povos Indígenas: entre a cerca e o asfalto”, “Políticas Indígenas de Educação: Desmonte da Escola à Universidade”, “Políticas de Saúde entre Equidade e Assimetria de Poder”, “Epistemologia da Terra: os Territórios Indígenas são milenarmente Agroecológicos?” e “Mulheres Indígenas: Fortalecimento das Teias do cuidado à proteção no território e espírito”. Além das Mesas Temáticas, a sétima edição do encontro contou com oficinas, apresentações artísticas, culturais e de trabalhos.

No dia 23, à tarde, foi realizada um ato político pelas ruas do centro de Porto Alegre. Após a caminhada, houve debate sobre demarcação de Terras Indígenas, organizado pelo Jornal da Universidade e pelo Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados (ILEA-UFRGS), com as lideranças indígenas Ana Patté, do povo Xokleng, e Telma Marques da Silva, do povo Taurepang, o procurador do Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul, Paulo Leivas, e o professor do Departamento de Antropologia da UFRGS, José Otávio Catafesto.

Sobre o ENEI

O ENEI é o maior evento indígena de reflexão e mobilização coletiva no cenário nacional no contexto do Ensino Superior, sendo caracterizado por ser um espaço pensado e protagonizado por lideranças, estudantes indígenas e não indígenas de graduação, pós-graduação e pesquisadoras e pesquisadores cujas territorialidades correspondem ao atual território brasileiro, assim como alteridades indígenas e não indígenas de outros contextos territoriais. Também tem se constituído como um espaço potente para reflexão e o exercício de temas como a interculturalidade a descolonização do paradigma de ensino hoje predominante, colaborando para a qualificação acadêmica e a atuação das pessoas indígenas como sujeitos históricos e protagonistas junto aos seus coletivos. Conforme a comissão organizadora da sétima edição do ENEI, o encontro almejava constituir um panorama do momento histórico que vivenciamos, através de uma abordagem crítica-analítica, nas suas continuidades e descontinuidades.

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this
AllEscort