EXPOSIÇÃO: Povo Jamamadi Deni – festa e resistência na Amazônia brasileira

Amazônia

As ameaças à conservação da Amazônia brasileira são muitas: intensificação das queimadas e do desmatamento, grilagem de terra, construção de grandes empreendimentos e avanços do agronegócio, da mineração e do garimpo e financeirização da natureza. Além dos danos à fauna e à flora e a contribuição para as mudanças climáticas, os prejuízos com a destruição do bioma vão muito além da questão ambiental. Eles impactam diretamente os diversos povos originários que vivem na região, resultando em problemas culturais, sanitários e de saúde a essas populações – como é possível ver, atualmente, com o alastramento da pandemia da Covid-19 nos territórios indígenas.

A lógica de vida e organização social dos povos indígenas não compreende a exploração desmedida da natureza e a ganância. A floresta e seus rios são locais de moradia e subsistência a essas pessoas. Mais do que isso, atualmente, os povos veem esses espaços não apenas como locais de sobrevivência, mas também para a garantia de um futuro com maior qualidade de vida. São seus territórios os locais de resiliência diante dos efeitos negativos da ocupação desordenada da Amazônia e a destruição de grandes áreas de floresta. Por isso, o futuro do bioma depende do respeito para com os povos indígenas que ali vivem, seus modos de ser e seus territórios.

Povo Jamamadi Deni

Na Terra Indígena Inauini Teuini, localizada nos municípios de Boca do Acre e Pauini, no sul do estado do Amazonas, vive o povo indígena Jamamadi Deni da comunidade do Tocimão. O povo Jamamadi Deni vive coletivamente e em harmonia com a conservação da natureza, fazendo de seu território um espaço de festa e também de resistência.

Território

O povo Jamamadi Deni já habitava a região do Médio Purus muito antes da chegada de não indígenas. Os primeiros contatos geraram estranhamento e medo e na década de 1940, durante o período conhecido como “segundo ciclo da borracha”, houve invasão de seu território e escravização de indígenas. Apenas em 1997, fruto da luta de muitas pessoas indígenas, a Terra Indígena Inauiní Teuiní foi demarcada. A manutenção de seu território, no entanto, preocupa a comunidade do Tocimão, que já sente a proximidade das ameaças a sua terra.

A Terra Indígena Inauiní Teuiní está entre os municípios de Boca do Acre e Pauiní (AM) e possui uma área de 4.690 km.

Clique nas imagens para visitar a exposição.

Os homens Jamamadi Deni observam seu território e sabem que precisam dessa “terra grande” para continuar vivendo em liberdade e ter a garantia de sua autonomia.

Resistência

O território é resistência e garantia de futuro para as pessoas indígenas. É de seu território que o povo Jamamadi Deni se sustenta, através da pesca, caça, plantio de roçado e coleta de frutos, e é a partir dele que constroem suas casas e embarcações. Ao viver em coletividade com as plantas e demais animais, é do território que obtém a cura e uma vida com maior qualidade e saúde.

Clique nas imagens para visitar a exposição.

Festa

Para o povo Jamamadi Deni, fazer festa também é resistir. As festas na comunidade do Tocimão acontecem por vários motivos, como comemorar colheitas, o nascimento de uma criança, um casamento ou a chegada de visitantes. As pessoas mais velhas compreendem as festas ainda como uma forma de não esquecerem suas tradições e ensinarem às mais novas as músicas e danças Jamamadi Deni.

Toda comunidade do Tocimão se organiza antes das festas para confeccionar seus ornamentos.

Clique nas imagens para visitar a exposição.

Essa exposição nasce do material coletado para a produção do caderno da Semana dos Povos Indígenas 2020 do COMIN, que tem como tema “Povo Jamamadi Deni – festa e resistência na Amazônia brasileira”. As fotos e diálogos aqui apresentados foram capturados por pessoas da equipe durante visitas à comunidade do Tocimão em 2017, 2018, 2019 e março de 2020 – momento do lançamento do caderno na comunidade.

“Povo Jamamadi Deni – festa e resistência na Amazônia brasileira” é o título do caderno da Semana dos Povos Indígenas 2020, pensado para dar visibilidade a mais um importante povo indígena no Brasil, mais precisamente da Amazônia.

ACESSE A PUBLICAÇÃO

FOTOGRAFIAS

Ana Patrícia Chaves Ferreira
Daniela Silva Huberty
Kassiane Schwingel

ARTE

Cristina Pozzobon

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this