NOTÍCIAS
ANTERIORES
Livro recupera saberes tradicionais Kaingang - Gufã ag kajró (Conhecimentos dos Antigos)
24/06/2008 - Informes

Durante o ano de 2007 realizaram-se diversas atividades - visitas, entrevistas, encontros, oficinas, entre outras - sob o enfoque da "revitalização sobre saberes tradicionais de manejo e uso de espécies medicinais e nutricionais", principalmente entre grupos de mulheres kaingang da Terra Indígena (T.I.) Guarita. Estas atividades proporcionaram a confecção de material didático destinado aos estudantes kaingang. O material baseou-se nos relatos proferidos nos encontros e entrevistas com pessoas idosas e parteiras da T.I. Guarita. Redigido por três docentes kaingang e apoio das monitoras kaingang, que realizaram as visitas e entrevistas e coordenaram os encontros, e da equipe do Conselho de Missão entre índios - COMIN - como apoio logístico.

Inicialmente, previa-se a elaboração de uma cartilha com cerca de 20 páginas. Contudo, devido à abundância de informações sobre os saberes coletados, o resultado foi a elaboração do livro Gufã ag kajró, de 80 páginas.

A equipe de redação do livro preocupou-se em elaborar um material que auxiliasse a educação escolar indígena, na reflexão dos acontecimentos no passar do tempo, enriquecida pela vida e saberes tradicionais. Na elaboração do livro definiu-se em apresentar a maioria dos textos em kaingang, com alguns traduzidos ao português. A decisão de assim elaborá-lo teve a preocupação em preservar os conhecimentos tradicionais da comunidade kaingang, sob o seu domínio. A equipe redatora e lideranças kaingang manifestaram a preocupação pela apropriação indevida, por pessoas com interesses distintos ao povo kaingang, sobre tais conhecimentos e então optou por elaborar o livro quase que na totalidade na língua kaingang.

 

Lançamento

Assim, durante as festividades kaingang na Aldeia Km 10 na T.I. Guarita - Tenente Portela/RS, no dia 19 de abril de 2008, realizou-se o lançamento do Livro Gufã ag Kajró. Na oportunidade o docente kaingang e co-redator do livro, Natalino Góg Crespo, apresentou o livro à comunidade reunida, expondo que o mesmo buscou compilar informações coletadas em 2007. Natalino enfatizou que a elaboração livro visa estimular e fortalecer a própria identidade kaingang, respeitando, valorizando e buscando a revitalizar o uso das ervas medicinais e nutricionais de domínio tradicional, bem como o desejo de despertar o interesse e estimular o processo educativo no conhecimento sobre o passado e o presente das comunidades kaingang.

Ao entregar exemplares ao cacique Valdonês Joaquim, Natalino Góg Crespo demonstrou, simbolicamente, que as informações obtidas junto à comunidade kaingang da T.I. Guarita estava sendo mantida na própria comunidade. Ressaltou o fato de o livro apresentar, na quase a totalidade, textos em kaingang e que a decisão de assim elaborá-lo deveu-se à preocupação em preservar os conhecimentos tradicionais da comunidade kaingang, sob o seu domínio. Natalino informou também que, posteriormente, serão entregues exemplares às comunidades escolares kaingang da T.I.Guarita e outras comunidades Kaingang.

 

Apoio à publicação e divulgação

O livro foi elaborado a partir do financiamento do Programa de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia - Ministério do Desenvolvimento Agrário (PPIGRE/MDA). Sua publicação também contou com o apoio da Ajuda da Igreja da Noruega (AIN); Igreja Evangélica Luterana da Baviera (EKD-Baviera); Federação Luterana Mundial (FLM); e Dekanat Sulzbach-Rosenberg. Sandro Luckmann, o obreiro do COMIN-Guarita, ressaltou a importância das atividades do programa relativas à revitalização de saberes tradicionais, uma vez que estas oportunizaram espaços ao intercâmbio e coletas dos saberes entre os Kaingang.

Posterior à entrega do livro na festa kaingang, em 19 de abril, realizou-se um roteiro de distribuição dos livros às onze comunidades escolares da T.I. Guarita. Foram distribuídos cerca de 500 exemplares às bibliotecas das escolas, proporcionalmente ao número de estudantes matriculados em cada estabelecimento de ensino. Destaca-se que, na T.I. Guarita, há cerca de 1.600 estudantes matriculados, conforme levantamento fornecido pela 21ª CRE/ RS. A distribuição ocorreu entre os meses de abril e maio do corrente ano.

O livro também foi apresentado e foram entregues exemplares na 21ª Coordenadoria Regional de Educação (Três Passos/RS). E, também, durante a participação de docentes kaingang, no 2º Ciclo de Estudos Sobre Diversidade Étnica e Cultural, sob o tema: "Sociedades indígenas na atualidade: reconstituição de saberes para novos e velhos desafios", realizado nos dias 22, 23 e 24 de abril de 2008, no Auditório da Sede Acadêmica UNIJUÍ (Ijuí/RS). Na oportunidade foram entregues exemplares para a coordenação do evento, coordenação do programa de acompanhamento de estudantes indígenas e ao grupo de estudantes kaingang.

Também se disponibilizará exemplares do livro às comunidades escolares kaingang de outras terras indígenas no Rio Grande de Sul e Santa Catarina. O grupo de redação e a equipe COMIN-ASKAGUARU/Guarita estão programando o roteiro de visitas e entrega às comunidades escolares kaingang, ou providenciando o envio dos mesmos.

Os redatores lançam o desafio: "Convidamos a todos para, através desse livro, ingressarem no mundo da ciência e da alfabetização em kaingang e, assim, colaborar na preservação de nossa cultura e nossa língua, que servem como nossa identidade e defesa."