NOTÍCIAS
ANTERIORES
Temática indígena ganha espaço em feira de Iniciação Científica e Tecnológica de Novo Hamburgo (RS)
27/09/2019 - Informes

Embora a temática indígena pareça, em um primeiro momento, não estar associada à iniciação científica e tecnológica, estudantes do município de Novo Hamburgo (RS) mostraram que essa relação existe sim. Durante a 7ª Feira Municipal de Iniciação Científica e Tecnológica (FEMICTEC), ocorrida entre os dias 12 e 13, diversos trabalhos e pesquisas desenvolvidos por alunas e alunos das escolas municipais da cidade trataram sobre cultura e povos indígenas e o espaço da feira foi utilizado para expor materiais e artesanatos indígenas.

A Escola Municipal Cecília Meireles mostrou a diversidade cultural dos povos indígenas utilizando os materiais do COMIN como fonte de pesquisa, além da própria vivência das e dos estudantes que visitaram a Terra Indígena Por Fi Ga, do povo indígena Kaingang, localizada em São Leopoldo (RS). Já a Escola Municipal de Artes Carlos Alberto de Oliveira expôs fotos das obras criadas sobre povos e arte indígenas, desenhos inspirados em grafismos indígenas e a execução de um trabalho de xilogravura. As crianças que passeavam pela feira também tiveram a oportunidade de ter contato com a cultura indígena através de um espaço criado por escolas da Educação Infantil onde, além de brincar com vários artesanatos indígenas, conheceram o urucum e puderam pintar-se com ele.

A FEMICTEC tem como objetivo estimular o interesse pela investigação científica, desde a Educação Infantil, incentivar as alunas e os alunos ao desenvolvimento de projetos, utilizando as habilidades da pesquisa e do método científico, divulgar os trabalhos realizados nas escolas da Rede Municipal de Ensino de Novo Hamburgo, oportunizando a produção e a socialização do conhecimento, e despertar vocações científicas e/ou tecnológicas. Esse ano, a feira contou com a presença de 680 estudantes das 86 escolas da cidade, apresentando 170 trabalhos com temáticas diretamente ligadas à comunidade e ao interesse das jovens pesquisadoras e dos jovens pesquisadores.