NOTÍCIAS
Solidariedade e Paz como valores para relações transformadoras na sociedade
05/06/2019 - Informes

Jovens lideranças, professoras e professores de ensino religioso e representantes de pastorais escolares de escolas da Rede Sinodal de Educação estiveram reunidas e reunidos entre os dias 30 de maio e 1º de junho no Colégio Sinodal Gustavo Adolfo em Lajeado (RS), no 26⁰ Encontro de Liderança Jovem e Encontro Nacional de Professores de Ensino Religioso, promovido pela Rede Sinodal de Educação (RSE). A Fundação Luterana de Diaconia-Conselho de Missão entre Povos Indígenas-Centro de Promoção e Apoio da Agroecologia (FLD-COMIN-CAPA) participou por meio de palestra, oficinas e da presença de uma feira da Rede de Comércio Justo e Solidário.

O tema que orientou o encontro – Educação para a Solidariedade e Paz – foi apresentado no dia 30 de maio, na palestra da secretária executiva da FLD, Cibele Kuss, e da coordenadora pedagógica da RSE, Joni Roloff Schneider. Cibele abordou a importância da solidariedade como um processo coletivo, que cria relações entre pessoas de diferentes comunidades, para troca de experiências, saberes e conhecimentos, e para a construção de projetos de transformação. Joni falou sobre a proposta da Rede global pedagógica – Unindo-se à Reforma (GPEN – Joining in Reformation), uma rede internacional de instituições educacionais protestantes e organizações de apoio que trabalham com o tema Paz. A Rede Sinodal de Educação e a FLD-COMIN-CAPA integram a GPEN. 

No dia 31 de maio aconteceram as oficinas de formação: Nem Tão Doce Lar e Justiça de Gênero, com o assessor de projetos da FLD, Rogério Oliveira de Aguiar e a coordenadora de Gênero/Secretaria de Ação Comunitária da IECLB, Carmen Siegle, Comércio Justo e Solidário, com a assessora programática Angelique van Zeeland e as empreendedoras Sueli Angelita da Silva e Gladis Carvalho, pela Rede de Comércio Justo e Solidário, Comida Boa na Mesa com o assessor do CAPA, Lauderson Holz, e Diálogo intercultural e inter-religioso, com a assessora de projetos do COMIN, Kassiane Schwingel, e  Miquéias Padilha dos Santos, da Terra indígena Kaigang Foxá. A assessora de projetos da FLD, Dirci Bubantz, falou sobre a Rede de Diaconia, projeto executado pela FLD e pela Secretaria Geral da IECLB, através da Secretaria de Ação Comunitária.

O encontro teve encerramento no sábado, 1º de junho, com a expectativa de muitas iniciativas de Educação para a Solidariedade e Paz nas escolas da RSE e ampliação das relações entre escolas e com as organizações participantes (FLD-COMIN-CAPA, Secretaria Geral e Secretaria de Ação Comunitária da IECLB, e SERPAZ) fortalecidas. 

Participação indígena

A temática indígena fez parte do 26º Encontro Nacional de Jovens Lideranças e Professores de Ensino Religioso da rede Sinodal de Educação através da oficina de formação Diálogo intercultural e inter-religioso coordenada pela assessora de projetos do COMIN, Kassiane Schwingel, juntamente com o indígena Kaingang Miqueias Santos. Também participaram do momento famílias Kaingang da Terra Indígena Foxá, de Lajeado (RS). No público, havia pessoas dos três estados do sul do país.

Nas oficinas, a partir do material da Semana dos Povos Indígenas 2019 e da fala indígena, foi possível sensibilizar e aproximar as professoras e os professores presentes e as alunas e os alunos que participavam do encontro de liderança jovem das pessoas indígenas e seu jeito de compreender o mundo.

Projeto Educação para a Solidariedade e Paz

A relação da FLD-COMIN-CAPA com a RSE acontece por meio do projeto Educação para a Solidariedade e Paz, que tem entre seus objetivos divulgar iniciativas já existentes nas escolas da RSE e promover a elaboração de outros projetos transformadores. 

O projeto é coordenado por um Grupo de Trabalho, criado em 2017, que reúne a Coordenação Pedagógica da RSE, representantes do Centro de Ensino Pastor Dohms, Colégio Sinodal do Salvador, Colégio Sinodal de São Leopoldo, Colégio Sinodal da Paz, Instituição Evangélica de Novo Hamburgo, Instituto Ivoti, Faculdades EST, COMIN e FLD.