NOTÍCIAS
Estudantes indígenas promovem seminário na UFRGS
18/03/2019 - Informes

As acadêmicas e os acadêmicos das etnias Kaingang e Mbyá Guarani da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) promovem, nas tardes dos dias 19, 20 e 21 deste mês, o seminário “Vozes Originárias dentro e fora da Universidade”. O evento, que tem o apoio do COMIN, dentre outras instituições, é destinado às e aos estudantes indígenas e à comunidade universitária em geral. As atividades iniciam às 14h no prédio da Faculdade de Educação (FACED) - campus centro.

O objetivo do seminário é debater o importante papel das acadêmicas e dos acadêmicos indígenas no processo de inclusão da diversidade na universidade – uma experiência ainda muito recente e que expressa as aspirações coletivas e historicamente represadas nas comunidades indígenas –, sua efetiva participação na construção de uma “interversidade decolonizada” e seu papel enquanto interlocutoras e interlocutores entre a universidade e suas comunidades, uma luta por espaços institucionais de diálogo simétrico que tragam as vozes de representantes e de comunidades ameríndias historicamente excluídas e submetidas ao genocídio e ao etnocídio por quase 519 anos.

O seminário está sendo programado de maneira que respeite os povos originários enquanto agentes da própria história, com sua cultura e costumes específicos, porém unidos na luta por seus direitos. Para isso, será dividido em duas plenárias nas tardes dos dias 19 e 20 para estudantes de mesma etnia, enquanto que no dia 21 será feita uma única plenária integrando convidadas e convidados e representantes institucionais da UFRGS e de outras instituições com atribuições de políticas especiais aos povos indígenas.

Para mais informações, o e-mail para contato é etnolae@gmail.com.

 

Confira a programação:

19/03: Rodas de chimarrão restritas às e aos estudantes indígenas e debate sobre questões previamente pautadas por eles

Local: Salas 102 (auditório) e 403 do prédio da FACED

20/03: Rodas de conversa sobre “A UFRGS dentro dos Territórios Indígenas”, rodas de chimarrão congregando separadamente as e os estudantes Kaingang e Mbyá Guarani e presença de lideranças e representantes originários de comunidades da grande Porto Alegre, sendo também aberta à assistência de público externo (particularmente estudantes não indígenas, professoras e professores, pesquisadoras e pesquisadores e técnicas e técnicos da UFRGS)

Local: Salas 102 (auditório) e 302 do prédio da FACED

21/03: Plenária Geral de fechamento sobre “Os Povos Indígenas e as Instituições através da UFRGS”. Palestra da acadêmica de Pedagogia, Ivanilde da Silva: Troca de experiência e saberes entre estudantes indígenas do Ensino Superior do México e do Brasil e apresentação pelas e pelos estudantes indígenas das pautas, questões e demandas sistematizadas ao longo das tardes anteriores, dirigida ao público geral e instigando a manifestação de representantes de setores internos da UFRGS (CAF, COMGRAD’S, Encontro de Saberes, estudantes, servidoras e servidores, etc.) e de instituições previamente convidadas (FUNAI, FUNASA, MPF, Prefeitura Municipal, CEPI, SDR, CIMI, COMIN, etc.). Ao final, será elaborado um documento final de relatoria dos tópicos e compromissos assumidos publicamente pelas instituições presentes.

Local: Sala 102 (auditório) do prédio da FACED

 

Comissão organizadora:

Ivanilde da Silva Mbyá Guarani – acadêmica de Pedagogia

Araci da Silva Mbyá Guarani – acadêmica de Enfermagem

Laércio Gomes Mbyá Guarani – acadêmico de História

Ângela Kaingang – acadêmica de Educação Física

Douglas Jacinto da Rosa Kaingang – mestrado em Antropologia Social

 

Apoio:

Conselho de Missão Entre Povos Indígenas (COMIN), Comissão de Ações Afirmativas (CAF), Faculdade de Educação (FACED), Núcleo de Estudos Afrobrasileiros, indígenas e africanos (NEAB) e Laboratório de Arqueologia e Etnologia (LAE).