NOTÍCIAS
Cem anos da Terra Indígena Guarita
21/11/2018 - Institucional

Iniciaram ontem (20), as comemorações do centenário da Terra Indígena (TI) Guarita. O evento, que tem apoio do COMIN, iniciou com um pronunciamento das autoridades locais e a apresentação do Grupo de Canto Guarani Nhamamdu Jexaka. À tarde, houve audiência pública com uma roda de conversa entre as lideranças Kaingang e Guarani, representantes de universitários e de indígenas. As temáticas abordadas foram os territórios indígenas, meio ambiente, uso da terra, demarcação nos dias atuais, saúde e educação. O grupo decidiu que será elaborado um documento sobre os temas debatidos para ser encaminhado ao Ministério Público Federal. Hoje (21), as festividades estão voltadas à educação escolar indígena, com exposições de escolas e diversas apresentações artísticas e culturais.

A TI Guarita foi criada em uma das primeiras levas de demarcações feitas pelo governo estadual no período de 1910 a 1920. Está localizada no norte do Rio Grande do Sul, abrangendo uma área distribuída nos municípios de Tenente Portela, Redentora e Erval Seco, onde vivem povos Kaingang e Guarani. O COMIN atua na TI Guarita desde 1982, ano de sua criação, prestando assessoria e apoio às áreas básicas de conquista e garantia das terras indígenas, educação, saúde, alimentação, sustentabilidade e organização. As comemorações dos cem anos da TI Guarita seguem até domingo (25).