NOTÍCIAS
Onde está a tua alegria? Minha alegria está no meu Tekohá!
26/08/2016 - Institucional

MAMÕ OIMÊ NDE RORY? TEKOHÁ PEMA OIMÊ!

Onde está a tua alegria? Minha alegria está no meu Tekohá!

Dónde está tu alegría? Mi alegría está en mi Tekohá!                       

Indígenas, quilombolas, catadoras, camponesas e as equipes de COMIN, CAPA e FLD se encontraram, nos dias 23 e 24 de agosto de 2016, no Seminário Bem Viver - terra e direitos, experimentando a utopia de imaginar outros mundos para transformar o mundo que habitamos. O Bem Viver quer integrar experiências, práticas pedagógicas, criar proximidades, conectar comunidades e povos na interculturalidade.

Acreditamos que nossos encontros necessitam traduzir quem somos. Não preciso falar a sua língua, mas compreender a importância dela, para fazer sentido a minha. Somos verdadeiramente comunidade? Para o povo Guarani, Tekohá Porã é um lugar bom para viver. Viver precisa de lugar! Lugar é também a memória coletiva que nos faz Bem Viver, conviver e reviver memórias de reciprocidade e complementariedade.

Mas também é perspectiva para frente, perguntando: Tem alegria no teu Tekohá? A alegria passa pelo desempoderamento, descolonização e despatriarcalização das práticas e sistemas que historicamente dominam e determinam as relações. E passa pelo empoderamento de iniciativas alternativas. Bem Viver é ruptura com a produção capitalista de resíduos poluidores, com o envenenamento da comida, da água e da terra. É ruptura com a violência de gênero e com a ideia de domínio da terra.

Nossa utopia ameríndia sonha com as palavras Kaingang, Guarani, Apurinã, catadoras, quilombolas, camponesas, movimentos urbanos propondo políticas públicas de Bem Viver, orientadas a partir de uma perspectiva holística de direitos, na territorialidade latino-americana.

Bem Viver é comunidade todos os dias, o dia inteiro! É na comunidade plural que vivemos a alegria do nosso sonhado Tekohá – Tekohá – Tekohá – Tekohá!