NOTÍCIAS
Solidariedade a quilombolas, indígenas e camponeses
19/06/2015 - Manifestos

O COMIN manifesta seu apoio e solidariedade à reivindicação que está sendo feita pelos quilombolas, indígenas e camponeses no estado do Maranhão. Os mesmos estão acampados e em greve de fome desde o dia 08 de junho de 2015, na sede da Superintendência do Incra em São Luís, cobrando a titulação dos seus territórios.

A terra é um bem sagrado e como tal, deve ser cuidada e livre. Vocês, companheiros e companheiras, que estão arriscando suas vidas em prol dessa terra sagrada, sabem mais do que muitas pessoas o grande valor que ela tem. Admiramos a coragem de cada um e cada uma de vocês, mas, ao mesmo tempo, nos angustiamos em relação ao extremo que tiveram que chegar, a fim de reivindicar, cobrar, exigir com a própria vida um direito que é assegurado na Constituição Federal do Brasil.

Na esperança que vocês tenham força, luz e vitória nessa luta, que não é somente de vocês, mas de todos e todas nós, quando acreditamos na vida livre e digna para todos os homens e todas as mulheres dessa terra.

Por isso exigimos que o governo brasileiro atenda imediatamente as reivindicações, ao mesmo tempo em que o responsabilizamos pela integridade física e moral das pessoas que estão em greve de fome nesse momento.

 

Coordenação, assessores e assessoras.

COMIN - Conselho de Missão entre Povos Indígenas.

São Leopoldo, 18 de junho de 2015.