NOTÍCIAS
ANTERIORES
LIVRO DE ARTESANATO INDÍGENA É LANÇADO NA REGIÃO
14/11/2011 - Informes

O Conselho de Missão entre Indígenas (COMIN), lideranças e artesãos Kaingang e Guarani e as escolas da Terra Indígena Guarita e do Tekoá K'aguy Porã (Escolas Estaduais Indígenas de Ensino Fundamental: Coronel Geraldino Mineiro, Sepé Tiaraju, Cacique Anastário Fongue e Rosalino Claudino) realizaram, nesta sexta-feira - 11 de novembro de 2011, o lançamento do livro "Artesanato Indígena Kaingang e Guarani - Guia do Professor", publicado pelo COMIN em parceria com a Editora Oikos. Atualmente a atividade do artesanato, além de satisfazer as necessidades do cotidiano indígena, também cumpre uma função importante na geração de renda de muitas famílias e, igualmente, na expressão de sua própria identidade. Neste sentido, o livro busca preencher uma demanda para o ensino diferenciado das escolas indígenas e contribuir também para que as escolas não-indígenas possam cumprir a lei federal nº 11.465 de 2008 que torna obrigatória a inclusão da temática "História e Cultura Afro-brasileira e Indígena" nos currículos escolares na rede de ensino pública e privada. Da mesma forma, o conteúdo do livro busca atingir outros espaços e estruturas servindo de subsídio para os administradores e geradores de políticas públicas em nível municipal, estadual e federal. Ainda são muitos os preconceitos pelos quais passam as famílias artesãs durante as suas viagens e estadias em outros municípios para a comercialização do artesanato. A artesã Cacilda Sales afirma: (...) Nós vamos para outras cidades para vender nosso trabalho e não para roubar. As nossas crianças nos acompanham para aprender e saber lidar com as pessoas da cidade. Isso também é educação. Já o professor Miguel Rãrir Ribeiro destaca: (...) Somos reféns de um sistema que nos obriga a buscar a nossa ‘caça' nas cidades. De fato, a economia necessária para viver no modelo capitalista, e que também atinge as comunidades indígenas, encontra-se principalmente nas cidades e nos sistemas criados pela sociedade ocidental. Dentre os convidados que prestigiaram o evento destacamos professores e direção das doze escolas indígenas da Terra Indígena de Guarita como também professores e direção da Escola Indígena de E. F. Fen'no, do Toldo Chimbangue, município de Chapecó, SC. Igualmente, se fizeram presentes representantes da 21ª Coordenadoria Regional de Educação de Três Passos, da FUNAI de Passo Fundo e do Posto Guarita, também representantes do Poder Público das Prefeituras de Miraguaí e de Erval Seco, assim como professores das universidades UNIJUI, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Campus Cerro Largo e estudantes da UFPEL. O evento culminou com a apresentação de uma dança Kaingang e um almoço especial com comidas típicas da cultura, compartilhado pelas escolas participantes.