NOTÍCIAS
Publicações do Comin com Povos Indígenas
18/06/2008 - Informes

Nas atividades do Conselho de Missão entre Índios - Comin, junto a diversos povos indígenas do Brasil, tem sido freqüente, da parte das comunidades com as quais mantemos contato e exercemos atividades, a solicitação de parcerias para publicação de materiais didáticos, livros de textos ou outros subsídios em áreas diversas como saúde, educação, organização. Na medida do possível as parcerias são realizadas com o objetivo claro de que estas publicações sejam mais um instrumento na luta pela autodeterminação, na preservação de sua cultura e de sua língua, que sirva para se firmar com orgulho como povo de um país multicultural e de diferentes etnias.

Apresentamos a seguir as publicações recentemente lançadas

1 - Tâkuna, Nawa Bûh Amteiyan Amkira, Mitos Kanamari

Mitos Kanamari é o resultado da integração entre professores Deni e Kanamari, através de cursos e oficinas promovidos pelo Comin. Ao saber que os Deni tinham "feito" seu Livro de Mitos, os Kanamari gostaram da idéia e resolveram fazer também o seu. Depois de muitas conversas, procuraram os contadores de histórias que, de início, resistiram, mas quando viram que este seria um livro dos Kamanari para os Kanamari, concordaram não só em contar as histórias mas também que elas fossem publicadas.

Os Kanamari consideram estes mitos sagrados e acreditam que é por causa da sua repetição nas festas, nas danças e ao redor do fogo que o povo Kanamari relembra o sentido de sua existência e permanece atuando e lutando pelo direito de viver. Para eles, a religião tem seus fundamentos nos seus mitos, cantos, danças, rituais, festas, costumes, presença dos rezadores e pajés, que se ligam ao mundo dos espíritos e dos mitos e por isso são muito respeitados.

2 - Tâkuna, Nawa Bûh Amteiyan, Matemática Deni

Os professores Misiha Bskure Deni e Vamuna Minu Deni, apresentam Matemática Deni como um livro feito com exemplos do seu mundo, da sua mata, dos seus bichos, das suas aldeias e da sua cultura e dizem que, com isso, os alunos podem aprender melhor a matemática. Para eles, a matemática está no dia-a-dia do seu povo, na maneira de fazer casas, redes, cestos, arcos, flechas, cacetes, cerâmicas, pinturas corporais, colares, cocares, peneiras, paneiros e na organização dos seus roçados.

Matemática Deni é um livro didático bilíngüe para que os alunos que já estão alfabetizados na língua Deni e já sabem o português conheçam a matemática na maneira dos brancos. Hoje eles já sabem fazer melhor suas contas, mas, antigamente, por não saber foram muito enganados. Por isso, é também um livro para todas as idades, onde as velhas, os velhos, os jovens, rapazes e moças, adultos e crianças, possam aprender as quatro operações básicas da matemática, aprender os números e o português para que possam fazer as contas nos cadernos, medir e pesar o que for necessário. Walter Sass, organizador do livro, deseja que ele seja mais um instrumento do povo Deni na luta pela autodeterminação, para preservação e valorização de sua cultura e de sua língua e que lhes sirva para se firmar com orgulho como povo de um país multicultural e de diferentes etnias.