NOTÍCIAS
Estudantes da UPF participam de atividade de formação do COMIN
25/03/2019 - Informes

A convite do Núcleo de Estudos Históricos do Mundo Rural (NEHMuR), o COMIN, através da assessora Kassiane Schwingel, desenvolveu uma atividade de formação na Universidade de Passo Fundo, em Passo Fundo/RS no dia 21 de março. A palestra “A atuação do COMIN junto aos povos indígenas” foi destinada a alunas e alunos da Licenciatura em História e do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) e também contou com a presença de docentes da instituição. Para priorizar a fala das e dos indígenas, quem conduziu a atividade, além de Kassiane, foi o acadêmico do curso de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Marcos Kaingang.

Através do material da Semana dos Povos Indígenas 2019, Marcos e Kassiane trataram sobre os diversos preconceitos ainda presentes em relação aos povos indígenas, relacionando-os com o aspecto histórico que origina e fortalece cada um deles. Marcos ressaltou que esses são momentos “de pensar nossa história a partir de outra perspectiva que não seja a história ‘oficial’ que prioriza apenas uma narrativa”. De acordo com ele, “ouvir as narrativas históricas dos povos indígenas é indispensável para conhecer verdadeiramente quem somos”.

Sobre a importância de se ter espaços de diálogo sobre o tema, o estudante afirmou que na região de Passo Fundo há uma presença intensa Kaingang e, por isso, há a necessidade de se ter espaços assim. “As universidades daqui podem pensar a presença indígena em seus cursos, lembrando que não basta ter vagas ou bolsas, mas pensar em uma série de necessidades para a permanência indígena”, disse.

Ao final das falas, o público pode fazer perguntas. Houve, então, a discussão sobre os cuidados que se deve ter em sala de aula, especialmente em relação à linguagem utilizada, já que muitas e muitos presentes já atuam em escolas devido à formação em licenciatura.

 

Crédito das fotos: Marcos Gerhardt